Beleza

Bichectomia: transformação facial

Getty Imagens


Sabe aquele rosto afinado e sexy que a gente faz para passar o blush? Esse efeito é procurado nos consultórios e é criado pela bichectomia, um procedimento de remoção da gordura da face. Nós nascemos com essa gordura bem acentuada, e a sua remoção tem o objetivo estético de acentuar a maçã do rosto. E, sim, tanto o cirurgião-dentista quanto o cirurgião plástico podem realizar a interferência.

Qualquer pessoa também pode fazer a bichectomia, mas a real indicação depende de cada rosto. Com a idade, a gordura do rosto vai mudando de posição. O que antes era considerado um formato triangular (base na testa e ápice no queixo) transforma-se numa pirâmide invertida: a gordura vai se depositando mais no queixo, dando aquele aspecto de “bulldog”. “Quando temos por volta dos 20 anos, por exemplo, a produção de colágeno e ácido hialurônico vai diminuindo. Remover a gordura da bochecha ainda quando jovem pode ter repercussão quando chegarmos aos 50 anos de idade, porque todo tecido facial desce um pouco com a gravidade e, sem a gordurinha, o aspecto ‘caído’ pode ser acentuado”, explica a cirurgiã-dentista Karyne Magalhães.

Como a intervenção para retirar as Bolas de Bichat (como são conhecidas as gordurinhas) é irreversível, esse corpo adiposo pode ser substituído pelos preenchimentos artificiais, caso necessário. 

Outro fator importante é que “muitas vezes a pessoa que se acha gordinha coloca todas as esperança de emagrecimento nessa cirurgia. E o resultado pode ser frustrante, já que se retira muito pouca gordura de uma parte pequena do corpo. Obviamente, o restante do conjunto permanece com a mesma aparência”, ressalta a cirurgiã-dentista. 

Antes e depois da bichectomia

Antes da remoção, é imprescindível que o paciente passe por uma avaliação clínica feita por profissionais. Os exames pré-cirúrgicos também são necessários, como hemograma completo e glicemia. Já no consultório, as etapas são relativamente simples: aplica-se uma anestesia local (como a que se usa para a extração de dentes). 

O tempo de cirurgia varia, mas pode durar, em média, uma hora e uma hora e meia. As mucosas presentes na boca cuidam da cicatrização sem deixar rastros. A incisão é suturada com dois ou três pontos absorvíveis, ou seja, não é preciso retirá-los. Mas o alerta deve ficar ligado na hora de escolher seu cirurgião: a região onde estão localizadas as gordurinhas fica perto de nervos importantes. Se mal executado, o procedimento pode gerar até paralisia facial.

No pós-operatório, coloca-se gelo e compressas de água fria, evitando alimentos muito duros e cítricos. Os gelados são os melhores na cicatrização. O uso de protetor solar também é indispensável. Como resultado final, não espere uma mudança muito drástica. “É um afinamento discreto”, afirma Magalhães. 

O resultado final, após a fase de edema, é visto entre um e três meses, e o tempo de recuperação, em torno de sete dias para exercícios mais pesados, e um a dois dias para licença de trabalho. “É menos delicado do que uma extração de siso”, encoraja a profissional. A faixa de preço varia entre R$ 4 a R$ 6 mil, em média.

E as minhas "convinhas"? Gosto delas! Não se preocupe. Mesmo com a bichectomia, as covinhas do rosto formadas pelos músculos responsáveis pela movimentação da boca continuam inalteradas. Mas a bichectomia dificilmente corrigirá assimetrias do rosto que, na maioria dos casos, exige uma interferência maior por parte do cirurgião plástico, com mudanças na estrutura óssea e em outros tecidos. Sobre a gordurinha abaixo do queixo, que os cirurgiões chamam de “queixo duplo”, as opções são a  lipoaspiração ou um minilifting facial.

Para além dos fins estéticos, a bichectomia funcional é indicada para pacientes que, por causa do grande volume da Bola de Bichat, ficam mordendo internamente a bochecha o tempo todo. E, como toda área lesionada, a região fica propensa à proliferação de bactérias, causando mau hálito e doenças periodontais.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.