Casa

Quarto montessoriano incentiva a independência da criança

Maura Mello

Móveis baixos, prateleiras cheias de livros e brinquedos ao alcance das mãos, lousa para desenho e revestimento no piso que é um convite à brincadeira. Essas são algumas características dos quartos infantis que respeitam o método montessoriano. 

A proposta já é conhecida na educação há décadas. Foi criada pela médica e pedagoga Maria Montessori com o objetivo de incentivar a autonomia e o desenvolvimento das crianças. Agora, também é queridinha da decoração. Não é difícil esbarrar na internet com um projeto com elementos montessorianos. Um deles foi desenvolvido pela arquiteta e decoradora Érica Salguero para a Mostra Quartos ETC, aberta nesta semana em São Paulo. 

Érica explica que o ambiente de 12 m² foi pensado para uma criança de quatro anos “que tem muita energia e precisa de um ambiente apropriado e seguro para brincar, seja sozinha ou com seus amigos”. Por isso, tudo está ao alcance do pequeno, inclusive a cama com estrutura de casinha. 

Para os pais que ainda se preocupam com a segurança do colchão no chão ou das camas baixas, a profissional dá a dica. “A cama pode substituir o berço, sim, mas é necessário colocar uma superfície isolante embaixo, como o EVA, e colocar travesseiros de rolos para delimitar as extremidades do colchão para reforçar a segurança”, explica a profissional. 

Iluminação e revestimentos

Érica optou por iluminação baixa e com diversidade de cores para ajudar a criar um ambiente confortável para dormir, além de estimular a percepção da criança sobre o espaço e as cores ao redor. Os tons vibrantes, com apelo lúdico, reforçam o clima para a hora da brincadeira. No piso, a escolha foi um carpete fofinho, “que é perfeito para a criança brincar e rolar no chão, além de ser fácil de limpar”.

Ainda que algumas famílias montem ambientes nesse formato para crianças menores, a arquiteta recomenda o uso para idade a partir de três anos. Depois, o quarto pode ser adaptado conforme o crescimento do pequeno. “A partir de uma certa idade, sete anos, será preciso investir em mudanças e reformas maiores para atender a necessidade da criança”, orienta. 

Segurança em primeiro lugar
Vai investir em um quarto montessoriano? Antes de colocar a mão na massa, veja as dicas da arquiteta e decoradora Érica Salguero:
- Escolha móveis com cantos arredondados
- Evite pregos
- Cuidado com a altura das tomadas
- Prefira sempre o acrílico ao vidro
- Não use móveis que podem tombar ou derrubar a criança 

Maura Mello
Maura Mello
Maura Mello
Maura Mello
Maura Mello
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.