Comportamento

49% das meninas desistem do esporte devido ao machismo

Shutterstock


No Brasil, nomes como Daiane dos Santos, Marta e Rafaela Silva são exemplos de mulheres que se destacaram no esporte. Além de campeãs, elas também ganharam reconhecimento nacional e internacional. Mas muitos talentos são desconhecidos e vários chegam a não ser desenvolvidos. 

Uma pesquisa feita pela organização não governamental Plan International revelou que 70% das meninas gostam e querem participar de algum esporte, mas 49% desistem no meio do caminho. Conforme o estudo, o baixo número de meninas que ingressam no esporte está relacionado a fatores como machismo.

De acordo com a pesquisa, um dos principais motivos que desencorajam as meninas a praticarem algum esporte é o corpo. Ou, no caso, como ele vai ficar depois de tanto treino. Para muitas meninas isso é grande um impedimento, principalmente durante a adolescência, quando as jovens estão mais expostas às opiniões alheias e se preocupam mais do que nunca com elas.

O levantamento apontou que afazeres e responsabilidades domésticas ainda na infância podem ser fatores também. Muitas meninas, mesmo ainda crianças, precisam cuidar da casa e dos irmãos menores.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.