Comportamento

Estudo revela qual rede social mais causa ansiedade nos jovens

Rose Carson / Shutterstock.com


Já há algum tempo as redes sociais nos acompanha durante todo o dia. Raramente é possível encontrar algum jovem que não tenha um perfil no Facebook ou no Instagram. No entanto, estudos mostram que estar conectados o tempo todo, ou na maior parte dele, pode colaborar para o aumento da ansiedade. 

É isso que diz, por exemplo, uma pesquisa realizada pela Real Sociedade de Saúde Pública do Reino Unido em parceria com pela Universidade de Cambridge. De acordo com o estudo, o Instagram assume o topo do ranking entre as plataformas que mais causam ansiedade nos jovens. Atualmente, essa rede social seria a pior para a saúde mental dos jovens, principalmente por eles estarem em uma faixa etária mais vulnerável.

Para chegar a essa conclusão, foram analisados 14 critérios durante a pesquisa. O Instagram foi reprovado em sete critérios, como autoestima, horas de sono, medo de ser excluído de eventos sociais, estímulo ao assédio digital e sensação de solidão.

Ainda conforme o levantamento, a rede social mais positiva no momento é o YouTube. No caso da plataforma de vídeos, o único aspecto negativo é a perda das horas de sono.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.