Comportamento

Mês da Mulher: 'A perda de um filho não se supera, se suporta'

Reprodução


"Tenho 43 anos, sou sargento da Polícia Militar, mãe de três filhas. Meu primeiro casamento foi conturbado. Tive duas filhas. Morei por dois anos no exterior, trabalhando como imigrante, e tive dificuldade financeira por lá. Minha primeira filha nasceu nessa época. Durante a gravidez, às vezes tive que dividir um prato de comida com meu esposo, pois a situação não era fácil. Não tínhamos nenhum parente no exterior. Divorciei-me anos depois. As crianças eram pequenas, não foi fácil, mas fui pai e mãe ao mesmo tempo. Após me casar novamente, perdi minha filha mais velha aos 13 anos de idade. Ela tinha depressão e suicidou-se. Foi o dia mais difícil e desesperador da minha vida. Tive que passar por tratamento psiquiátrico para suportar a dor. A perda de um filho não se supera, se suporta", diz Márcia Tâmara em depoimento. Ela é uma das mulheres que posaram para as lentes das fotógrafas Rosary, Regina e Raquel Esteves, da Casa da Fotografia.

Cada uma delas têm histórias de superação de limites e desafios. O resultado do ensaio pode ser visto na exposição “Elas Por Elas”, no hall de entrada do Grupo Jaime Câmara, como uma homenagem ao Mês da Mulher. "Deus tem me sustentado até aqui. Adquiri fibromialgia após essa tragédia. Tenho dores no corpo todo. Tomo remédio para suportar a dor e poder trabalhar. Deus me concedeu a graça de ter mais uma filha. Um filho não substitui o outro, mas renova nossas forças. Hoje, além do meu trabalho na PM, auxilio jovens na minha igreja, orientando-os na vida, nos relacionamentos familiares, na vida sentimental, fazendo um pouco do que devemos fazer aqui nessa terra: ajudar uns aos outros com amor! Não é à toa que meu nome é Márcia. Significa: Guerreira! E é com o amor de Deus, das minhas filhas, do meu esposo e da minha mãe que venho vencendo as pedras pelo caminho, fazendo das dificuldades uma escada de crescimento espiritual”, conta Márcia.

Além dos cliques, as protagonistas gravaram depoimentos em vídeo, que serão exibidos durante a exposição.

Assista ao vídeo:

Serviço:
Exposição fotográfica ‘Elas por Elas’ 
Exposição até 2/4
Hall de entrada do Grupo Jaime Câmara - Rua Thomas Edson, 400, Setor Serrinha
Entrada Gratuita

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.