Comportamento

Mulheres enfrentam entrevistas de emprego mais duras, diz estudo

Shutterstock

]
Uma pesquisa publicada pelo Journal Social Sciences apontou que as candidatas em entrevistas de emprego recebem tratamento mais duro do que candidatos homens. O estudo comprovou que elas têm de responder mais perguntas complementares a cada resposta e são mais questionadas pelos entrevistadores. 

O levantamento apontou que isso acontece somado também ao chamado manterrupting, que são as interrupções de homens quando uma mulher está falando. Além disso, segundo a pesquisa, elas também são contrariadas duas vezes mais do que os homens durante as entrevistas de emprego.

Para chegar a esse resultado, entrevistas acadêmicas realizadas em duas universidades americanas foram analisadas ao longo de dois anos. A amostra comprovou, ainda, que as mulheres são mais questionadas durante painéis científicos, fazendo com que elas tenham que dar explicações, perdendo, assim, o tempo disponível para as apresentações. 

Conforme o estudo, os resultados apontam que o conceito do “prove novamente”, que resume a desconfiança masculina sobre as descobertas femininas nas áreas de pesquisa, segue firme na atualidade.  

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.