Moda

Compre menos e melhor

Edgard Soares

Na contramão das lojas fast fashion, com produção rápida e em grande escala, vem o consumo consciente. Para as consultoras de estilo Flávia e Roberta Santos, o segredo para escapar das armadilhas das tendências é se conhecer bem. 

Como consumir moda de forma consciente:

• Conheça seu guarda-roupa
• Crie novas possibilidades com as peças já adquiridas
• Evite o consumo por impulso
• Aproveite os sites de compra e venda de produtos usados (uma boa oportunidade para se desfazer do que não vai mais usar e adquirir novas peças com preços ótimos)
• Entenda a produção das peças.

O guarda-roupa funcional requer uma cartela de cores harmônica, poucas estampas e peças versáteis. 

• Calça flare escura
• Calça cigarrete ou skinny preta 
• Blusas de várias cores em decote V, com ou sem manga
• Blazer de ótimo caimento 
• Colete e cardigãs 
• Vestido preto
• Saia no joelho ou um pouco acima 
• Camisa branca 

Armário cápsula

É um guarda-roupa com peças realmente versáteis, que você ame usar e que combinem entre si. Na lista podemos incluir: vestidos, saias, blusas, shorts, camisetas, blazers, sapatos, cardigãs, tops e jaquetas. Para nós, um guarda-roupa cápsula representa usar tempo e energia no que realmente importa. Você não precisa ficar preocupada com o que vai usar, em gastar tempo nas compras ou no cuidado com as peças, e sim utilizar esse tempo para ajudar os outros, estar com a família ou qualquer outra coisa que te complete e faça feliz.

No brechó

Sempre que for às compras, leve em mãos a lista do que realmente precisa, aquilo que está faltando em seu guarda-roupa. É bom estabelecer um valor que pretende gastar. Vá com tempo e calma, porque precisará garimpar. Se necessário, prove, mesmo que por cima de sua roupa. Para isso, vá com uma roupa que facilite a prova.

Consumo consciente

Existe um movimento crescente nessa direção, mas ainda é lento. É possível notar mudanças favoráveis à sustentabilidade no que diz respeito a todo o processo de consumo, mas não de maneira macro. O consumidor pode ajudar ao escolher o produto que compra, levando em conta o meio ambiente, a saúde humana e a animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.