Blog da Boca pra Fora

Saliva: substância que controla o seu bom hálito

Shutterstock

Você sabia que é impossível termos a noção da quantidade de saliva engolimos durante o dia? Engolimos essa substância tantas vezes, que muitos de nós mal sabem o valor que esse fluído tem. E ela tem várias funções. 

Veja algumas delas:

- Regulação do pH bucal;
- Propriedade antimicrobiana;
- Ajuda no processo da digestão;
- Ajuda na percepção do paladar;
- Lubrificação bucal;
- Aglutinante de microrganismos; 
- Reservatório de íons essenciais; 
- Depurante de substâncias nocivas e microrganismos;
- Evita doenças bucais;
- Mantém o bom hálito;
- Ajuda na deglutição dos alimentos e da própria saliva.

Sendo assim, sem a saliva não há como manter uma boa qualidade de vida, não tem como nos comunicarmos pela fala. Ela é essencial para isso. Sabe, por exemplo, aquelas situações de estresse e ansiedade que deixam a boca seca? Todo mundo pode passar por isso, mas se esse desconforto não passar, você realmente deve se preocupar. 

Já sobre o hálito, não somente a quantidade de saliva produzida ao longo dia, como a qualidade desse fluído é extremamente importante para evitar a halitose. Se você tem uma saliva muito viscosa, por exemplo, mesmo que em boa quantidade, pode ser que você apresente o mau hálito. 

Ficou preocupado? Veja como evitar as alterações do padrão salivar:

- Beba no mínimo 2,7 litros de água ao dia;
- Mastigue bem os alimentos. Quanto mais mastigar, maior será o fluxo salivar;
- Não se automedique;
- Faça refeições a cada três horas;
- Pratique atividade física diariamente;
- Evite o excesso de café e outras substâncias estimulantes.

Agora, saiba como manter o bom hálito: 

- Escove os dentes e passe fio dental três vezes ao dia;
- Limpe a língua delicadamente;
-  Se não puder escovar os dentes após as principiais refeições enxague bem a boca;
- Não use produtos para higiene bucal sem a prescrição do seu cirurgião-dentista;
- Faça um check-up odontológico a cada seis meses;
- Evite excessos de alimentos com condimentos;
- Se alimente a cada três horas;
- Hidrate os lábios com bons hidratantes labiais;
- Evite o álcool e o fumo.

Ainda tem alguma dúvida sobre mau hálito? Então leia meus textos sobre mau hálito e disfunções salivares aqui no blog.

*Karyne Magalhães é cirurgiã-dentista, habilitada em Laserterapia e qualificada no tratamento da Halitose, vice-presidente da Associação Brasileira de Halitose (Abha), membro da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO) e membro da Sociedade Brasileira de toxina botulínica e implantes faciais (SBTI). Acesse karynemagalhaes.com.br e botoxgoiania.com.br.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA