Papo Musical

Festival Internacional de Música comemora o “Ano Belkiss”

Divulgação


O 42º Festival Internacional de Música, que terá inicio no próximo domingo (8), no Centro Cultural UFG, receberá músicos da Alemanha, Suíça, Canadá, EUA e Polônia. O evento, que leva o nome de Belkiss S. Carneiro de Mendonça, fará parte das comemorações em torno dessa grande personalidade. Musicista reconhecida internacionalmente, dona Belkiss, como era chamada, projetou o Brasil com seus concertos, sempre valorizando e divulgando a música brasileira. Ela acompanhou de perto a história do festival. Então, a homenagem é mais que merecida!

Iniciado na década de 1960, em Goiânia, o Festival Internacional de Música é o evento mais antigo do gênero no Brasil. À frente, o então Conservatório Goiano de Música, depois Instituto de Artes e hoje Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, trouxe para cidade a compositora carioca Maria Luiza de Mattos Priolli. Ela ministrou o curso de Análise e Didática do Ritmo e Som. O pianista Arnaldo Estrela foi outro convidado, com o curso de Didática do Piano e Interpretação Pianística, assim como o compositor e musicólogo alemão, naturalizado brasileiro, Bruno Kieffer, ministrando os cursos de Apreciação Musical, Estética e História da Música. 

Liderados por dona Belkiss, uma equipe unida, entusiasmada e comprometida conseguiu fazer o que parecia impossível: realizar um festival de música no interior do Brasil. Além de cursos, a primeira versão do festival ofereceu ao público goiano recitais com a participação dos violinistas Nathan Schuwartzmann e Mariuccia Iaconino, dos pianistas Belkiss, Arnaldo Estrela e Heloisa Barra, da mezzo soprano Honorina Barra, do flautista Lenir Siqueira, do oboísta Paulo Nardhi, do clarinetista José Botelho, do trompista Jairo Ribeiro e do fagotista Noel Devos. O evento ainda contou com a presença do maestro Isaac Karabtchewsky, regendo o Madrigal Renascentista.
 
Cussy de Almeida escreveu, em 1976, na publicação Conservatório de Música da UFG – 16 anos de Braz Wilson Pompeu de Pina que os “festivais deveriam haver cinco por ano, por sua organização e boa direção. Quanto à plateia, não poderia ser melhor, composta quase que exclusivamente de jovens de grande interesse musical”.

O 42º Festival Internacional de Música Belkiss S. Carneiro de Mendonça, além de cursos, máster classes de instrumentos e canto, oficinas de música popular, musicoterapia e educação musical, oferecerá apresentações com os professores convidados abertas ao público. Os concertos serão às 12h15, na Emac, no Campos II da UFG, e a partir das 20h30, no Centro Cultural UFG, no Setor Universitário.

A cerimônia de abertura do festival terá recital de Piano Trio, com os alemães Laurent Albrecht Breuninger (violino) e Bernhard Lörche (violoncelo) e a goiana Ana Flávia Frazão (piano). O evento acontece às 19h30 de domingo (8), no Centro Cultural UFG. 

Ouviremos uma das obras que será apresentada no festival: o Piano Trio do francês   Maurice Ravel.  No video,   com o “The Amsterdam Chamber Soloists”, Tijmen Huisingh (violino), Jan-Bastiaan Neven (violoncello) e Thomas Beijer (piano).
 
Serviço 

42º Festival Internacional de Música Belkiss S. Carneiro de Mendonça
08 a 13 de abril de 2018
Escola de Música e Artes Cênicas - UFG / Centro Cultural UFG
Entrada gratuita 
Site: festivalemac.weebly.com

*Gyovana Carneiro é professora da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, doutora em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa – Portugal. Promove séries de Concertos em Goiânia.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA