Papo Musical

Salsa, sálvia, alecrim e tomilho: temperos da música medieval

Reprodução / Wikipédia


A cantora e compositora norueguesa Aurora Aksnes gravou o tema de abertura da atual novela “Deus Salve o Rei”.  A música “Scarborough Fair” já havia sido gravada pelos estadunidenses Paul Simon e Art Garfunkel. Também há outra versão do grupo irlandês  Celtic Woman, que contou com a participação da soprano Hayley Westenra.  

“Scarborough Fair” é uma canção tradicional medieval inglesa, composta no modo grego Dórico. Tem autoria desconhecida e, geralmente, é cantada na forma de um dueto de vozes masculina e feminina. A palavra Scarborough refere-se a uma cidade inglesa na costa do Mar do Norte, no Condado de North Yorkshire. O nome “Scarborough Fair” é também uma referência à feira de Scarborough, que na Idade Média era um dos maiores pontos de comércio na Inglaterra.

A música fala de quatro importantes ervas: parsley, sage, rosemary and thyme (salsa, sálvia, alecrim e tomilho). Na Idade Média, principalmente na Inglaterra, tinha-se o costume e a sabedoria de fazer uso das ervas. Isso aparece evidenciado em “Scarborough Fair”.  As ervas, retornando na segunda linha de cada estrofe, dá um sentido a música. Embora sem significado para a maioria das pessoas hoje em dia, essas ervas falavam com a imaginação das pessoas na era medieval, sem qualquer conotação necessária. Elas simbolizam as virtudes do cantor.  

O narrador da canção é um homem que foi abandonado pela amante. Apesar de lidar com os argumentos por ele vividos, o representa de forma sutil e poética. Tudo leva a crer que essa era uma canção folclórica escrita por alguém do povo. O ideal do amor romântico na Idade Média, praticado por cavaleiros e nobres, era amar uma mulher, adorando-a intensamente e de longe. Não havia um sonho e, às vezes, nem mesmo um desejo que esse amor pudesse ser correspondido. Outros tempos...

Segundo dados bibliográficos, Paul Simon, aprendeu a canção com Martin Carthy, um famoso cantor popular no Reino Unido, enquanto ele estava em turnê por lá.  Ouviremos “Scarborough Fair” em um show ao vivo na década de 1960, no Central Park, em Nova York. Com Paul Simon e Garfunkel.

*Gyovana Carneiro é professora da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, doutora em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa – Portugal. Promove séries de Concertos em Goiânia.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA