Papo Musical

‘Vento Sul’: uma homenagem à música sul-americana

Divulgação


Um dos maiores instrumentistas brasileiros da atualidade, Luis Leite homenageia a música sul-americana em “Vento Sul”, seu terceiro disco autoral. Nele, Luis explora o lirismo e a sensibilidade da música da América do Sul. O disco foi citato por vários veículos de comunicação mundiais. "Um Descobridor do violão", disse o New York Times. "Um verdadeiro virtuose do violão", publicou o Concerto Magazine, da Áustria. "Luis Leite possui uma técnica capaz de qualquer coisa e ainda um som bonito para completar”, afirmou o Classical Guitar Magazine, Reino Unido. 

Carioca, Luis Leite estudou violão na UniRio. Aos 19 anos, teve a primeira grande experiência internacional, na Accademia Musicale Chigiana, na Siena, Itália. Isso aconteceu após Luis receber o primeiro lugar em concursos nacionais de violão. Posteriormente, ele se mudou para Áustria, recebendo os diplomas de bacharel e mestre pela Universität für Musik Wien, sob orientação do renomado violonista Alvaro Pierri.

Leite viveu na Áustria por 10 anos, mas foi na riqueza poética da música da América do Sul que o instrumentista buscou inspiração para compor as músicas do último disco.  “Remete à atmosfera de sensibilidade humana do nosso continente, inspirando-se na musicalidade natural da chilena Violeta Parra, na sofisticação do trio argentino Aca Seca, na elegância rítmica do colombiano Gentil Montaña”, disse o compositor sobre o trabalho. 

Luis Leite reuniu formações diferentes para cada faixa do novo disco, com as mais variadas instrumentações. Cada música possui uma identidade própria e representa um universo particular em si mesma. É um convite a uma apreciação delicada, sem pressa. É um incentivo a exploração do nosso espaço interno de escuta. 

Ouviremos “Santiago”, música que abre o disco. Segundo Leite, a melodia foi composta em um hotel na própria cidade homenageada, Santiago de Compostela. No disco, a primeira faixa atua como um preâmbulo ibérico, uma primeira parada em direção à América do Sul. A gravação aqui apresentada é do Show, ao vivo, no Teatro Anchieta do Sesc Consolação, em 26 de setembro de 2011. A apresentação é com Luis Leite (violão), Luis Barcelos (bandolim), Marcelo Caldi (acordeon) e Diego Zangado (bateria).

*Gyovana Carneiro é professora da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, doutora em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa – Portugal. Promove séries de Concertos em Goiânia.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores.
 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA