Viva Saúde

Entenda porque você precisa tomar colágeno

Shutterstock


O colágeno é uma molécula proteica com papel importante para a saúde do organismo. A ingestão dessa substância costuma estar muito relacionada à preocupação com a estética. E ela realmente tem efeito preventivo para rugas, estrias e até celulite. Todavia, a função do colágeno vai além dos efeitos visíveis, como melhorar a elasticidade e a firmeza da pele.

A sequência de aminoácidos, que encontramos na alimentação, principalmente nas carnes brancas e vermelhas, melhora o funcionamento das células, retarda o envelhecimento e dá sustentação a ossos, dentes, órgãos e músculos, além de ajudar na cicatrização. Ou seja, a ingestão de colágeno pode ser fundamental para garantir uma melhor qualidade de vida com o passar dos anos.

O que pesquisas recentes indicam é que até os 25 anos o indivíduo perde pouco colágeno. A partir dessa idade, a perda passa a ser de, em média, 1% ao ano. É algo natural e que vai acontecer com todo mundo. Por isso, a reposição também é para todos. Com acompanhamento nutricional e objetivos definidos é possível dar foco para a pele, as articulações e os músculos. Afinal, são utilizados colágenos diferentes.

Os colágenos do tipo 1 são mais voltados para a pele. Os colágenos do tipo 2 são prescritos para melhorar a estrutura óssea e muscular. Para ambos os casos, vale optar por pepitídeos bioativos e que tenham comprovação científica de eficácia. A forma de ingestão segue, em geral, o gosto do paciente. Há cápsulas de colágeno, comprimidos mastigáveis, balas de goma, em pó. É possível adicionar aroma e adoçante por meio de manipulação. Portanto, algo bastante personalizado, de acordo com o paladar do paciente.  
 
Como potencializar a absorção do colágeno e cuidar da pele

Na alimentação, o colágeno é basicamente encontrado nas carnes brancas e vermelhas, mas alimentos coadjuvantes potencializam a absorção.  É o caso de frutas cítricas, fontes de vitamina C, da ostra rica em Zinco, e das castanhas, com ácidos graxos poliinsaturados. O alho, que contém enxofre, taurina e ácidos alfa lipóico, também tem sido apontado por pesquisadores como alimento importante para reconstruir as fibras de colágeno.

Se você está pensando em aderir ao colágeno para melhorar a elasticidade da pele, lembre-se de conciliar o trabalho do nutricionista com o dermatologista. Enquanto alimentos e suplementação farão o tratamento de dentro para fora, os procedimentos dermatológicos farão o contrário. Assim, sem dúvida, o resultado será o melhor possível.  

*Nany Sado é Nutricionista.  Especialista em Body Nutrition, Nutrição Esportiva e Fitoterapia aplicada à Nutrição, a profissional adota coaching no processo de reeducação alimentar de seus pacientes e coleciona bons resultados. Vive em Goiânia, ama correr, viajar e descobrir novidades do estilo de vida saudável.   

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores. 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA