Viva Saúde

Passos para uma vida mais feliz - #9

Shutterstock


Hoje finalizamos a série “Passos para uma vida feliz” e espero que você esteja conquistando mais bem-estar e felicidade, colocando em prática os passos dos textos anteriores. O passo de hoje, na verdade, pode ser aplicado a qualquer outra jornada de sua vida, pois é essencial para realizar ajustes e alinhar suas ações com suas intenções. O passo 9 te convida para uma parada. É o momento de refletir, avaliar e renovar.
 
Se você está buscando alguma mudança em sua vida é essencial que dedique um tempo para refletir e avaliar como você está caminhando. Essa parada vai ajudá-la a perceber seus avanços e conquistas, seus bloqueios e resistências. É o momento para renovar sua motivação, seu entusiasmo e para fazer novas escolhas. A conquista de mais felicidade e bem-estar não é algo que acontece da noite para o dia. Ela exige firmeza, constância, dedicação e tempo. Para algumas pessoas, esse tempo pode parecer um pouco longo. Elas ficam tão focadas no resultado final que não prestam atenção às pequenas, mas significativas, mudanças que estão acontecendo. 

Lembrando que, em se tratando de conquista da felicidade, não existe um resultado final. Existe sim um contínuo caminhar. Se você seguiu todas as sugestões propostas na série “Passos para uma vida feliz”, chegou a hora de refletir sobre suas experiências e revisar mentalmente como foi ter clareza dos seus valores, praticar atos espontâneos de bondade, trazer mais consciência para o seu cotidiano através da atenção plena, tirar o foco do problema para colocar na solução, potencializar as suas forças de caráter, construir relacionamentos positivos e trazer o perdão e a gratidão para o seu sistema interior.
 
Pode ser que você tenha tido mais facilidade com alguns desses passos ou que nem tenha conseguido praticar alguns deles. Pode ser que não tenha percebido os benefícios de outros. Não importa. Está tudo certo. Essa parada para refletir e analisar trará a energia da renovação, nutrindo sua motivação e entusiasmo para continuar seguindo em frente e construindo uma vida mais feliz. Vamos para nossa reflexão? Qual passo funcionou melhor para você? Qual você está com mais dificuldade para aplicar ou que nem teve o desejo de começar? O que você aprendeu sobre você mesma? Ao experimentar cada passo, o que você pôde observar sobre a sua vida e sobre o seu jeito de ser?

Quais mudanças você já percebe em você, na sua vida e nas pessoas que convivem com você? Você se sente mais feliz? O que você pensa sobre o seu futuro? Você consegue visualizar um futuro diferente do que pensava há um tempo? Qual foi a emoção mais presente durante a vivência desses oito passos? Pense sobre essas e outras questões e escreva sobre suas experiências. Reviver o que experimentou possibilita uma integração dessas vivências e tudo ganha mais sentido e valor. Você toma consciência dos aprendizados conquistados e que nem tinha percebido. E depois dessa parada, pode ser que você perceba que vale a pena continuar investindo tempo e energia na conquista da sua felicidade. Pode ser que você internalize a ideia de que não existe fórmula mágica. 

Tudo é uma questão de desejo, vontade, persistência e reconhecimento de tudo o que você vai conquistando com suas atitudes e disposição. Não descarte os passos que você não viu resultado concreto. Encontre formas diferentes de vivenciá-los. Tente outra vez e continue caminhando na trilha da sua felicidade e bem-estar.   
 
*Yara Carvalho é pedagoga, psicopedagoga e especialista emocional. Tem pós-graduação em Psicologia Analítica e Psicologia Transpessoal e várias formações na área de desenvolvimento humano, inteligência emocional, relacionamentos interpessoais e Psicologia Positiva. É facilitadora de programas de autoconhecimento e desenvolvimento da inteligência emocional e de workshops para pais que desejam investir em seus relacionamentos familiares e na educação emocional dos filhos. 
 

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores. 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA