Viva Saúde

Saiba como os termogênicos vão te ajudar a emagrecer

Shutterstock


Depois de se esbaldar nas férias, deixando a rotina alimentar equilibrada de lado, muitas pessoas buscam soluções rápidas. Uma delas é a utilização de suplementos termogênicos a fim de eliminar os quilos ganhados nas férias e já de olho no Carnaval, que dará as caras em pouco mais de um mês. Todavia, é necessário entender como esses suplementos nutricionais ou alimentos que aumentam o calor, o gasto calórico e a queima de gordura podem realmente te ajudar. E, claro, sem colocar a saúde em risco. 

Para começar, os termogênicos exigem do corpo mais energia para digeri-los. Essa lógica vale tanto para suplementos que usam substâncias termogênicas como princípio ativo, quanto para alimentos, como canela, chá verde, pimenta vermelha ou ricos em ômega 3.  Porém, o que os estudos nutricionais mostram é que os termogênicos têm mais ação lipolítica (ajudando na queima de gordura) do que na redução de peso.

Portanto, se a sua ideia é perder os quilinhos herdados das férias, você acaba de encontrar aliados! Só que pouco adiantará a curto e médio prazo ingerir suplementação ou alimentos termogênicos se você não conciliar sua ingestão a atividade física e plano alimentar individualizado planejado por um nutricionista.
 
Afinal, os termogênicos aumentam a taxa metabólica, ou seja, a energia que o corpo gasta para funções que garantem a sobrevivência (em repouso). Eles também estimulam a queima de gordura. Mas há um limite, sendo necessário aliar a atividade física e o plano alimentar para se obter os resultados esperados. 

Suplementos termogênicos

A utilização de suplementos termogênicos (cápsulas, pós e chás termogênicos) tem de ser condicionada à orientação profissional. Sua ingestão pode provocar taquicardia, insônia e, em casos mais extremos, AVC e infarto. Os industrializados concentram os princípios ativos prescritos em doses bem acima das ingeridas por meio de alimentos.  E, por isso, as dosagens têm de ser prescritas por nutricionista e/ou médico especialista depois de uma avaliação individual.  

As substâncias termogênicas mais comuns nos suplementos são a cafeína, o chá verde, rico em catequinas que aceleram o metabolismo, e a capsaicina, da pimenta vermelha, também utilizada em anti-inflamatórios. Há ainda a citrus aurantium, proveniente da laranja amarga, que funciona também como supressor de apetite. Suplementos e alimentos termogênicos não são recomendados para crianças, gestantes e indivíduos portadores de hipotireoidismo, hipertensão, enxaqueca, úlcera, alergia, insônia e ansiedade.

*Nany Sado é Nutricionista. Especialista em Body Nutrition, Nutrição Esportiva e Fitoterapia aplicada à Nutrição, a profissional adota coaching no processo de reeducação alimentar de seus pacientes e coleciona bons resultados. Vive em Goiânia, ama correr, viajar e descobrir novidades do estilo de vida saudável.   

Os comentários publicados aqui não representam a opinião da plataforma e são de total responsabilidade de seus autores. 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA