Beleza

A beleza na melhor idade

Shutterstock


A medicina prova que a pele na terceira idade nada mais é do que o reflexo dos hábitos de vida até esse período. Então, se mantivemos boa alimentação, hidratação adequada, histórico de cuidados, rotina de exercícios, evitar o fumo e não abusar do sol, a nossa pele mostrará essa atenção. Mas envelhecer, bem ou mal, traz consigo várias mudanças. A gordura do rosto cai, a pele fica mais seca e áspera, o número de rugas aumenta, bem como a flacidez. No entanto, segundo a dermatologista Vivianne Aquino Tormim, a boa notícia é que existem ótimos tratamentos com o objetivo de rejuvenescer e tornar a pele mais bonita na chamada melhor fase da vida. 
 
Existe uma idade máxima para procedimentos estéticos?

 
Não há uma idade limite. A partir dos 60 anos entramos na terceira ou melhor idade. Com o aumento da expectativa de vida, cada vez mais pessoas se enquadram nessa faixa. Todos querem envelhecer bem e os procedimentos estéticos podem ajudar nisso. Os tratamentos de beleza da terceira idade são os mesmos para outras idades. O que diferencia, por exemplo, são os volumes injetados no caso de preenchimentos ou, no caso de lasers, o número de sessões.
 
Qual especialista o idoso deve procurar para fazer um tratamento estético?
 

O dermatologista é o profissional apto a ajudar as pessoas em relação a pele, cabelos e unhas. Ele pode realizar, por exemplo, cirurgias para retirada de pintas, cistos sebáceos, lipomas, câncer de pele e lesões pré-malignas. Esses profissionais também são os indicados para a realização de procedimentos que vão melhorar a aparência da pele, resultando em um aspecto rejuvenescido.
 
Quais são as áreas do corpo que mais precisam de cuidados?
 

Além da pele do rosto, devemos observar também as mãos, braços, coxas e até nádegas.
 
Quais são os procedimentos estéticos mais indicados na terceira idade?
 
Podemos citar a aplicação de toxina botulínica para a diminuição da contração muscular, o que melhora as rugas e marcas de expressão. Também temos os preenchimentos com ácido hialurônico, cuja finalidade é preencher o que foi reabsorvido pela idade ou pelos vícios musculares. Há como harmonizar a face, dando uma proporção mais equilibrada entre os compartimentos faciais. Podemos preencher diferente áreas, como as olheiras, o nariz, sulco nasogeniano, maçã do rosto, queixo, têmporas, pescoço, colo e dorso das mãos. Mas vale ressaltar que existem diferentes marcas de preenchedores e técnicas. Cada médico se adequará ao que julgar conveniente.
 
Quais são as alternativas de tratamentos para essa fase da vida?
 
Hoje temos os bioestimuladores de colágeno, que são produtos injetáveis. Eles estimulam a produção de colágeno do próprio paciente e podem ser aplicados na face, nos braços, coxas e nádegas. São realizadas de três a quatro sessões, com intervalo mensal no primeiro ano de aplicação. Nos anos subsequentes, será necessário menos sessões, realizadas apenas para manter o resultado, considerado muito natural.
 
Quantos anos é possível rejuvenescer com a ajuda de tratamentos estéticos?
 

Não podemos falar em quantos anos, mas sim de uma melhora global da pele. Tudo vai depender, claro, da capacidade de cada um em produzir colágeno. Cada pessoa tem a própria carga genética, além de lidar com fatores ambientais, como sol, cigarro e bebida alcoólica. Geralmente os melhores resultados são obtidos quando a pessoa associa procedimentos.
 

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.