Comportamento

A importância de revisar os pneus depois das férias

Shutterstock

Durante as férias, muitos veículos se deslocaram para diferentes destinos. As longas viagens rodoviárias, o estado de conservação das estradas e as frenagens bruscas, geralmente ocasionam desgastes desiguais nos pneus, itens decisivos para uma boa aderência do veículo e, consequentemente, para a segurança do motorista e dos passageiros. 

A primeira avaliação que o motorista deve fazer é a da conferência das pressões dos pneus, sempre seguindo as indicações do manual do proprietário do veículo. Em seguida, é necessário que seja verificado se não há desgastes desiguais, corte ou deformações, bem como nenhum prego ou elemento cortante que esteja danificando o composto. 

Para finalizar esta primeira etapa, o motorista deve avaliar a profundidade do sulco, que sempre deve estar acima de 1,6mm. As consequências de rodar com os pneus abaixo dessa medida estão no maior risco de furos e na ocorrência de possíveis instabilidades em pistas molhadas, o que aumenta a probabilidade de derrapagens e eleva a necessidade de um espaço maior para frenagens. Caso continue em dúvida, é recomendado que o motorista leve o carro a uma loja especializada para a realização de uma revisão.

Posso mudar um único pneu?

A marca de pneus Goodyear não recomenda, pois a diferença dos desgastes pode gerar instabilidade nas frenagens, afetar a leitura dos sensores do ABS e do controle de tração.

Mudança de dois pneus

No caso da troca dos dois pneus, eles devem manter o tamanho dos outros dois, porém podem ter melhor desempenho e qualidade. Assim, devem ser colocados no eixo traseiro, pois isso ajuda o motorista a manter mais facilmente o controle sobre superfícies molhadas e curvas.

Mudança dos quatro pneus

No caso de trocar os quatro pneus, as possibilidades são amplas. Você pode optar por tamanhos diferentes, por melhor qualidade ou mesmo adequá-los ao tipo de condução ou terreno em que o veículo é geralmente conduzido. No entanto, lembre-se sempre de que você deve cumprir as especificações do fabricante do veículo.

Alinhamento e balanceamento

Além das verificações básicas já mencionadas, outra dica importante para o prolongamento da vida útil dos pneus é fazer a manutenção de alinhamento e balanceamento logo ao chegar de uma viagem. O alinhamento é o processo necessário para manter a estabilidade e correção dos ângulos d suspensão e direção do carro. Já o balanceamento é a maneira de equilibrar o peso do pneu diante das irregularidades da roda, eliminando as vibrações ao volante e, consequentemente, o desgaste prematuro dos pneus. É recomendado fazer o alinhamento e o balanceamento a cada seis meses ou a cada cinco mil quilômetros rodados.  

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.