Comportamento

Candidíase: como evitar

Shutterstock


É impossível falar da temporada de verão e não pensar em praia e piscina, não é mesmo. Afinal, essa é uma época de muito lazer. Mas apesar de todas as belezas da estação, é nesse período que aumenta a incidência da candidíase, uma infecção na região vaginal causada, principalmente, pelo fungo Candida Albicans.   

De acordo com Renato de Oliveira, ginecologista da Criogênesis, “o fungo que causa a candidíase está presente no corpo humano desde o nascimento". "Quando há queda de imunidade ou aumento da agressão externa, com o uso excessivo de roupas de banho molhadas por muito tempo ou calça que aperte a região genital, pode ocorrer a proliferação dos fungos, desencadeando coceira na região íntima, corrimento de cor esbranquiçada e ardor ao urinar”, explica Renato.

Conforme o especialista, para evitar o incômodo e aproveitar os dias de calor com a saúde em dia, é necessário seguir algumas recomendações. “Além de trocar a roupa de banho molhada assim que sair do mar ou piscina, se possível lave e seque a região Íntima. Evite também substâncias que podem gerar um processo alérgico ou um desequilíbrio da flora vaginal, como protetores diários, papéis higiênicos perfumados e uso de sabões em pó e amaciantes para a lavagem das calcinhas. Tente também dormir sem a peça íntima para ventilar a região”, aconselha.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.