Comportamento

Cinco oleaginosas para incluir nas refeições

Shuttersock


Fonte de fibras, minerais, vitaminas e gorduras boas, que protegem o coração e têm efeito anti-inflamatório, as oleaginosas atuam na prevenção de doenças como o câncer e o Alzheimer. Além disso, esses alimentos contribuírem para o aumento do colesterol HDL, conhecido como “colesterol bom”.

Segundo a nutricionista Cyntia Maureen, consultora da Superbom, incluir oleaginosas no cardápio diário é fácil e prático. “Elas podem ser adicionadas a receitas ou consumidas cruas”, explica a especialista. 

Com isso em mente, Cyntia lista dicas de consumo de oleaginosas no dia a dia. Confira:

Amêndoas

Ricas em vitamina E, fósforo, cálcio e magnésio, as populares amêndoas são ótimas para prevenção de queda de cabelo e doenças degenerativas. Também são fortes aliadas para o bom funcionamento do cérebro e do coração. É possível consumi-las in natura ou combiná-las em saladas e massas integrais.

Castanha-do-pará

Comer duas unidades de castanha-do-pará por dia já é o suficiente para equilibrar os níveis de selênio, mineral responsável pelo combate ao câncer, desenvolvimento cognitivo e pela saúde capilar e das unhas.
 
Nozes

Altamente nutritivas, as nozes auxiliam na prevenção do câncer de próstata, mama e cólon. Além disso, são ricas em ômega 3 e 6, responsáveis pelo controle do colesterol e pelo bom funcionamento do sistema cardiovascular.

Linhaça

Fontes de fibra solúveis, ômega 3 e proteínas, a inclusão de uma colher de sopa dessas sementes na dieta pode ser benéfica no controle da pressão arterial. São ótimas para serem consumidas com frutas ou sucos.

Castanha de caju

Além de ser rica em ômega 3, vitaminas e minerais, essa castanha contribui para amenizar os sintomas da TPM e da menopausa, pois auxilia no relaxamento, induz o bom humor e contribui para um sono de melhor qualidade.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.