Comportamento

Como ter uma mente positiva diante das dificuldades

Shutterstock


Não existe alguém que não tenha passado por algum momento complicado na vida e, com certeza, a maioria dessas pessoas escutou alguém dizer que era preciso se manter positivo. Mas como ter uma mente positiva diante das dificuldades? Segundo a psicóloga transpessoal Wanessa Moreira, é natural que, num primeiro momento, essa pergunta pareça difícil de ser respondida.

"Muitas vezes os acontecimentos tendem a nos tirar a sensação de segurança que cultivamos dentro de nós. Mas para ter uma mente positiva, o primeiro passo é olhar para a nossa dor, entender qual é a dor que angustia ou qual é a dor que parece não passar”, explica a especialista, que também é orientadora pessoal.

Ainda conforme Wanessa, é necessário olhar de frente para o problema ou dificuldade, sem fantasiar ou contar histórias bonitas para justificar aquilo que está vivendo. “É preciso aceitar, agradecer e seguir em frente. Tudo o que você sabe te trouxe até esse momento. Agora, para dar o próximo passo, é necessário aprender”, afirma.

A psicóloga diz que nessa situação é preciso deixar de lado a razão e partir para apreciar as mensagens que a vida dá todos os dias. “Você já sabe o que não gosta, você já sabe o que é difícil. Então, começar a olhar o que existe de bom em você pode ser uma novidade que, com certeza, trará novos resultados para a sua vida. Também veja o que existe de bom no outro e passe a admirar. Assim, você cria o hábito de desenvolver novas habilidades para você. Aprenda com o sucesso do outro ao invés de julgar o que não gosta nele”, explica.

Outra dica é prestar muita atenção nas críticas, pois elas podem mostrar situações que você não está vendo. “Dar o seu melhor para o outro e para o mundo gera o hábito de dar o seu melhor para você. Ninguém perde por dar amor e ser gentil. Perde quem não é capaz de receber. Com essas dicas, você cria o hábito de ir transformando a mente em um grande lugar positivo e, assim, criar a sua melhor versão todos os dias”, finaliza.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.