Comportamento

Em busca do prazer

Shutterstock


Quem nunca comprou ou, pelo menos, cogitou a ideia de adquirir um produtinho para incrementar a relação sexual ou o próprio prazer? Pois bem, as pessoas estão buscando cada vez mais novidades quando o assunto é a vida íntima, fazendo crescer o mercado de produtos eróticos. Segundo a Sociedade Brasileira de Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abeme), existem atualmente no país 11 mil pontos de vendas de produtos eróticos. Além disso, o setor é responsável por gerar mais de 100 mil empregos diretos ou indiretos.

As sex shops chegaram ao Brasil há mais de 40 anos. Na época, elas eram voltadas somente para o público masculino. Hoje, no entanto, as mulheres são a maioria entre os clientes. Grande parte desse sucesso acontece porque o mercado está se profissionalizando. As fábricas e empresários estão cada vez mais preocupados com a qualidade dos produtos disponibilizados, que precisam apresentar benefícios tanto para a vida íntima quanto para a saúde do consumidor.

Segundo a coach goiana Júlia Telles, especialista em relacionamentos e sexualidade, esse sucesso se deve também ao maior acesso a informação e a diminuição do preconceito. “As pessoas estão procurando cada vez mais bem-estar na vida pessoal, como nos demais pontos. É como uma roda: quando um ponto da vida está em equilíbrio, ele influencia nas outras áreas, como saúde, profissão etc. Então, a vida sexual se torna muito importante e a busca por relacionamentos melhores, autoconhecimento e autoestima influencia no sucesso das sex shops", diz.

Para aqueles que têm uma quedinha por esse universo, a especialista diz que a Sexy Fair é a oportunidade ideal. Considerado o maior evento erótico do Brasil, a feira acontece no Rio de Janeiro, reunindo as novidades do mercado. Júlia participa anualmente da feira. Ludovica conversou com a coach sobre as novas tendências. Confira:

Vibration

O Vibration Power é um dos campeões de venda no Brasil e ganhou o prêmio de "Melhor Lançamento do Mercado" em 2018. "Ele é um gel que esquenta, esfria, pulsa, puxa e vibra a área onde foi passado. Tem nos sabores de doce de leite, vodka com energético e ice", conta Júlia.

Five e Orgax

O Five é um gel unissex que esquenta e esfria a área em que foi usado, além de excitar e facilitar o orgasmo. "Já o Orgax é um produto exclusivamente feminino. Ele é o único ‘cinco em um’ que existe hoje no Brasil. Esse gel lubrifica, refresca, facilita o orgasmo, excita a mulher e é o único potencializador de ereção feminina que existe no nosso país. Também é um campeão de vendas", conta.

Lady

Lançado na segunda semana deste mês, o gel Lady Gozza é unissex. "Ele é um vibrador. Tem a ação parecida com a de um dedo (risos). A vibração dele pode durar até 40 horas e tem gosto de tutti-frutti. É bem gostoso. O Lady também esquenta, esfria, estimula e facilita o orgasmo. É o último lançamento do mercado", explica Júlia.

Para os homens

Ganhador do título de "Melhor Produto do Mercado Sensual" na última Sexy Fair, o Ninja é um aparelho que simula a vagina e possui várias funções. "Usado com lubrificante a base de água, esse aparelho pulsa e fecha, com variados tipos de vibrações. Ele pode vibrar continuamente ou intercalar a vibração, puxar e empurrar e até esquentar conforme a programação", finaliza a especialista.

Divulgação / Júlia Telles
Vibration
Divulgação / Júlia Telles
Five e Orgax
Arquivo Pessoal / Júlia Telles
Lady Gozza
Arquivo pessoal / Júlia Telles
Ninja
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.