Comportamento

Enxaqueca recorrente? Ela pode ser causada pelos dentes

Shutterstock


A dor de cabeça, também conhecida como cefaleia, é um problema que atinge milhões de pessoas. Segundo a Sociedade Internacional de Cefaleia, existem mais de 150 tipos diferentes de dores de cabeça e estima-se que quase 90% da população mundial já sofreram, algum dia, desse mal. Essa dorzinha pode ter vários significados e o que muitos não sabem é que esse pode ser um problema relacionado aos dentes. O cirurgião-dentista Allyson de Melo Valadão esclarece o assunto.
 
Qual é a relação entre a dor de cabeça e os dentes?
 
Nascemos simétricos de ambos os lados da face. No entanto, com o passar do tempo acontecem mudanças na mastigação, como perdas de elementos dentais, restaurações deficientes, movimentações ortodônticas incorretas e até mesmo alterações na face. Essas mudanças induzem as pessoas a mastigar mais de um lado, alterando o funcionamento correto da musculatura e forçando um lado mais que o outro. Essa hipertrofia muscular desigual estimula o crescimento facial unilateral, levando a desnivelamento, compressão de forames (espaços por onde passam vasos e nervos) e alteração no posicionamento dos ossos da face. Esse processo pode ser lento ou acelerado, dependendo do problema mastigatório de cada pessoa, e leva a compressões de inervações importantes. Aliada ao excesso de trabalho da musculatura, essa compressão cria vários problemas, como sinusite recorrente, desvio de septo, enxaquecas recorrentes, zumbidos no ouvido, dores na região próxima ao ouvido.
 
Quais os principais problemas odontológicos que podem influenciar na dor de cabeça?
 
Hábitos de ranger os dentes e apertá-los, como o bruxismo e o apertamento dental, estão entre os mais influentes no processo da dor. Eles levam a perdas de estrutura dental, além de movimentação e compressão de pontos importantes. Isso resulta em dores crônicas musculares e desequilíbrio de todo o sistema mastigatório, provocando sérias alterações.
 
Como o paciente pode identificar se a dor de cabeça é resultado de problemas dentais?
 
Mais de 60% das dores faciais estão intimamente ligadas a problemas na mastigação. E é comum vermos pessoas que sofrem com esses problemas buscarem vários tratamentos médicos específicos, sem conseguirem resultados efetivos. Muito provavelmente essas pessoas têm problemas na mastigação, o que está desencadeando todo o processo de dor facial. Quando não têm tratada a causa do problema, essas pessoas são aliviadas apenas temporariamente.
 
Como tratar a enxaqueca causada pelos dentes?
 

Inicialmente é necessário realizar um diagnóstico preciso por meio de exames radiográficos e tomográficos complementares, juntamente com a montagem e reprodução da mordida. Após uma análise e um planejamento rigoroso, determina-se o tratamento de acordo com a necessidade de cada pessoa. Podemos usar desde um dispositivo de relaxamento interoclusal, associado a toxinas botulínicas para diminuição da hiperatividade muscular, até tratamentos complexos de reabilitação oral, devolvendo a altura correta dos dentes, bem como o posicionamento ideal da mandíbula no crânio. Muitas pessoas têm essas dores crônicas há anos sem resolução definitiva. A odontologia pode curar, porém é importante salientar que a procura de um profissional capacitado é de suma importância para o sucesso do tratamento.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.