Comportamento

Estudo diz que cerveja pode ajudar a combater o câncer

Shutterstock

Parece que o mundo da ciência tem trazido uma notícia melhor que a outra para os amantes de cerveja. Depois de o estudo Beer & Calories; A Scientific Review, patrocinado por uma empresa de bebidas, afirmar que a temida "barriguinha de cerveja" seria um mito e que, além de não engordar, a cerveja poderia trazer benefícios à saúde, agora uma nova pesquisa mostra que a bebida pode ajudar a combater o câncer.

Pelo menos, é isso o que indica um estudo feito pelos pesquisadores da Universidade de Idaho, nos Estados Unidos. A descoberta foi feita através de dois ácidos encontrados no lúpulo, planta que assim como os grãos, fermento, água e malte são ingredientes básicos na hora de produzir a bebida. Os pesquisadores afirmam que a lúpulona e a humulona podem interromper o crescimento de bactérias e são capazes de matar células cancerosas e de leucemia, que ficam agarradas aos ossos.

As descobertas surgiram após experimentos feitos em placas de petri. “É importante lembrar que a cerveja não é capaz de curar uma doença e que todo tratamento deve ser feito sob orientação médica. O que eles encontraram é um ativo contra o câncer e outras doenças, que pode ajudar, mas não deve ser considerado um remédio”, explica Scott Ashby, fundador da cervejaria Ashby. 

Mas os benefícios da cerveja param por aqui, o líquido também contribui na prevenção de outras doenças. Segundo uma pesquisa produzida pela revista Nutrition, Metabolism e Cardiovascular Disease, beber uma quantidade moderada de cerveja por dia pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares em 25%. O estudo foi feito pelo Instituto Neurológico Mediterrâneo, na Itália, que analisou 150 estudos anteriores sobre o assunto. 

“A cerveja é rica em nutrientes como Cálcio, Potássio, vitaminas do complexo B, cevada, minerais como zinco e fósforo e probióticos, mas é importante ressaltar que o consumo da bebida deve ser moderado”, finaliza Ashby.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.