Comportamento

Livre-se da exaustão com a hipnoterapia

Shutterstock


Você já se sentiu cansada a ponto de não ter energia nem para voltar para casa e descansar? Alguma vez já ficou tão irritada e angustiada que perdeu a vontade de cumprir compromissos e quis abandonar até as atividades que trazem prazer? Os dias parecem ser cada vez mais cansativos e os momentos de descanso não estão acontecendo. E quando somos fortes por muito tempo, temos o perigo de acabar tendo uma exaustão emocional.
 
Segundo o hipnoterapeuta Eduardo Tomazetti, a exaustão emocional é um estado atingido pela sobrecarga de esforço, incluindo excesso de trabalho, conflitos, responsabilidades, estímulos emocionais ou cognitivos. Embora a exaustão emocional seja sentida como cansaço mental, geralmente está acompanhada de uma grande fadiga física. Quando isso acontece, há uma sensação de peso, de incapacidade de seguir em frente. A hipnoterapia pode ajudar nisso.
 
Quais são as maiores causas do esgotamento emocional entre as mulheres?
 
Atualmente a nova rotina da mulher é a grande responsável. O esgotamento proveniente de trabalho estressante, que exige muito do profissional, é chamado de síndrome de burnout. Mas nas mulheres essa síndrome vai muito além da vida profissional. Não é difícil achar uma mulher que alterna entre vários papéis durante o dia. A nossa sociedade, que possui uma herança patriarcal e um tanto quanto machista, coloca nos seus ombros responsabilidades que devem ser compartilhadas. Mesmo com o movimento contínuo da revolução feminista, a mulher continua sendo mãe e dona de casa, com atribuições que não foram divididas com os maridos e companheiros.
 
Quais são os sintomas dessa exaustão emocional?
 

Os sintomas precisam ser analisados de acordo com o perfil e histórico da pessoa, mas alguns são quase unânimes: cansaço e falta de energia; a famosa "vontade de sumir" ou isolamento; dores no corpo sem causa aparente; dores de cabeça; dificuldade em cumprir metas; alterações no sono; sentimento de fracasso; memória fraca; alterações gastrointestinais e vontade repentina de chorar.
 
O que é a hipnoterapia?
 
A hipnoterapia é o uso de técnicas psicoterapêuticas durante o transe resultante da hipnose. Enquanto o paciente está em transe, diversas técnicas podem ser utilizadas, como psicanálise, terapia cognitivo-comportamental e técnicas holísticas. A técnica utilizada depende de cada caso, pois cada pessoa é aberta a um mecanismo diferente. Isso faz com que a terapia com hipnose seja mais completa e, assim, podemos tratar a pessoa de forma mais integralizada. É importante ressaltar que durante o transe a pessoa continua desperta e ciente de tudo o que acontece. A hipnose nada mais é do que o acesso ao subconsciente. Podemos dizer que o hipnoterapeuta funciona como um GPS, levando o paciente pelas camadas do inconsciente.
 
Como ela pode ajudar na exaustão emocional?
 
Freud, o pai da psicanálise, diz que os sintomas aparecem como resultado de conflitos psíquicos. Esses conflitos, de acordo com a teoria psicanalítica, são causados pelos mecanismos de defesa que a mente humana possui, como a repressão, negação, projeção e racionalização. Os sintomas apresentados por uma mulher com o quadro de exaustão emocional são decorrentes desses conflitos psíquicos. Com a hipnose podemos acessar os diversos níveis do inconsciente e utilizar técnicas psicoterapêuticas para lidar com cada conflito, resolvendo um por um.
 
Como funciona o tratamento?
 
Antes do tratamento propriamente dito é feita uma consulta inicial para levantar algumas informações. O terapeuta irá obter o máximo de informações sobre o problema abordado e sobre a pessoa, definindo uma linha para o tratamento. Durante as sessões, o trabalho é estruturado da seguinte forma: indução, aprofundamento, sugestões e retirada do transe. A indução é a forma com que o terapeuta leva o cliente ao transe hipnótico. Com ela em transe é realizado o aprofundamento, no qual o inconsciente se torna acessível e todas as faculdades da cliente são ativadas para que ela possa ter um controle maior da situação. Nessa fase é realizada a terapia. Com a mente mais acessível, o terapeuta fará sugestões necessárias para atender a expectativa da paciente. Após as sugestões feitas, o terapeuta retira a paciente do transe hipnótico, sempre com sugestões pós-hipnóticas, visando a melhoria de qualidade de vida. A hipnoterapia pode ainda ser utilizada para diversos problemas, como obesidade, tabagismo, fobias, traumas, concentração nos estudos, transtornos alimentares, depressão, problemas sexuais, entre outros.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.