Comportamento

Malho, mas não vejo resultados. Por que?

Shutterstock


Você se olha no espelho e não se sente satisfeito com o que vê. Então, decide que é hora de mudar e vai direto fazer a matrícula na academia. Todos os dias cumpre os exercícios e muda os hábitos alimentares. Você realmente se dedica, com disciplina e seriedade. Mesmo assim os resultados não aparecem. Isso gera frustração e falta de vontade de seguir em frente. Mas calma! Não se desespere. Segundo o médico Diego Dias, especialista em medicina do esporte e exercício, isso é muito mais comum do que se imagina e existem maneiras de resolver esse problema. Confira:
 
Quanto tempo leva para sentir o resultado da musculação?
 
Ao iniciar qualquer atividade física você passa por uma fase de adaptação. Nas primeiras duas semanas, o iniciante na musculação irá adquirir a coordenação dos movimentos e o aprendizado para a execução de diferentes formas de movimentar o corpo. Passada essa fase inicial, a pessoa irá começar a ter mais tônus na musculatura, aparentando estar mais “durinha” ou “inchada”. Nesse momento, as células estão se preparando para a hipertrofia. É válido ressaltar que quando falamos dessas previsões de tempo, estamos imaginando que o treino está sendo feito corretamente e alimentação está adequada aos objetivos que se quer alcançar.
 
Se eu malho regularmente, mas não vejo resultado, o que pode estar acontecendo?
 
Um ponto a ser levado em consideração é o objetivo de cada pessoa. Quando se pretende perder peso, por exemplo, a dieta deve ser mais restritiva. Agora, se o objetivo é o aumento de massa muscular, precisamos de uma dieta com maior quantidade de calorias. Mas no geral, o maior problema das pessoas para alcançar o resultado é o final de semana. Isso porque, nesses dias, muitos se entregam a bebida alcoólica em excesso, alimentam-se mal, deixam de se exercitar e acabam dormindo pouco.
 
Treinar mais traz mais resultados?
 
A frequência do treino é muito importante para os resultados. Afinal, a estimulação para o crescimento muscular depende da ruptura de microfibras musculares, que irá ocorrer a partir das sessões de treino. No entanto, geralmente deve ser respeitado um dia de descanso para a recuperação muscular, mas isso também irá depender do programa de exercícios feito para a pessoa.
 
Mito ou verdade: o corpo reage melhor aos treinos menores?
 
Mito. A reação do corpo depende da intensidade e não do tempo. Então, quando falamos em intensidade, podemos ter altas cargas e tempo curto ou baixas cargas e tempo mais longo. São formas diferentes de se promover a estimulação muscular.
 
É importante sempre mudar o treino?

 
Variar os treinos com certa frequência é essencial. Com isso, mudamos a forma de estimular os músculos envolvidos no exercício. Até mesmo uma mudança na sequência de exercícios pode ser benéfica. Afinal, se você sempre realiza um determinado exercício por último, sempre estará mais cansada ao realizar esse exercício em questão. Se em determinados dias você modifica essa ordem e o coloca em primeiro lugar, com certeza fará com muito mais intensidade.
 
Quais são as principais dicas para alcançar resultados?
 
Manter a frequência dos treinamentos, executar os exercícios de maneira correta, sentindo realmente a contração muscular, garantir uma alimentação compatível com o objetivo e ter moderação nos finais de semana. Seriam essas as principais dicas que para quem realmente está em busca de resultados.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.