Comportamento

Nutricionista ensina truque para diminuir o consumo de sal

Divulgação

De acordo com o Ministério da Saúde, são mais de 30 milhões de pessoas com hipertensão no país, sendo que apenas 10% fazem o controle adequado. Além de ser considerada a doença de maior prevalência na população brasileira, é uma das principais causas de morte.

A hipertensão corresponde a um aumento da pressão existente dentro dos vasos sanguíneos. Essa elevação pode levar a pessoa a ter sérios problemas, como insuficiência real, cardíaca, acidente vascular cerebral (AVC) e outras complicações. É importante que o paciente siga uma dieta adequada e pensada, especialmente, para suas necessidades.

Evitar o excesso de sal para temperar as refeições está entre as principais recomendações aos pacientes com a doença. A nutricionista Camila Laranja explica que é possível substituir o sal por temperos naturais e, consequentemente, mais saudáveis que os industrializados com sódio. “Muitas ervas presentes na natureza também são capazes de dar um aspecto saboroso para as refeições, como alho, cebola, salsa, alecrim, cúrcuma, cebolinha e orégano’, diz.

Como alternativa ao sal refinado, a profissional sugere um preparo para utilizar no cotidiano, pois, de acordo com ela, além de ser enriquecido de nutrientes, será necessária uma quantidade menor nos alimentos. “A dica é misturar ervas como alho desidratado, salsa desidratada, orégano e tomilho e depois acrescentar gergelim triturado e sal. A proporção pode ser de uma xícara de sal para uma xícara de ervas e meia xícara de gergelim triturado”, detalha a nutricionista, acrescentando que o sal marinho integral é a melhor opção e quanto menos refinado, melhor.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.