Comportamento

Step: sobe e desce

Shutterstock


Você sabia que utilizando somente um step é possível fazer um treino que turbina o corpo inteiro? E o melhor: esse equipamento não se limita somente às aulas de step nas academias. Ele pode ser aproveitado no trabalho cardiovascular, neuromuscular, pliometrias (exercícios com pequenos ou grandes saltos). Veja algumas opções de exercícios que têm o step como protagonista.
 
Trabalho de peitoral

Flexões de braço com apoios de mãos no step: a amplitude no step é maior do que no chão. E quando trabalhamos com maior amplitude, temos mais contração muscular. Se apoiarmos o joelho no chão, facilitaremos a execução do movimento.
 
Trabalho de tríceps

Tríceps banco: de costas para o step, com as mãos apoiadas nele e pés no chão à frente, faça o movimento de sentar e levantar em frente ao step.
 
Trabalho de pernas

Pise com o pé direito no step e o pé esquerdo no chão, e execute o afundo (agachamento com um pé apoiado no step, paralelo ao tórax, e outro pé atrás).
 
Trabalho de glúteos

Deite no chão com os pés em cima do step e execute a elevação pélvica – elevar o glúteo. O step auxilia no melhor posicionamento do corpo e aumenta a amplitude do exercício.
 
Trabalho de panturrilhas

Em pé, pise na ponta do step e faça movimentos de elevação dos calcanhares.
 
Abdominais

Prancha: faça com os cotovelos no step e os pés no chão (opção para iniciantes, pois há menos contração muscular) ou com os cotovelos no chão e os pés no step (opção mais difícil, já que há mais contração e mais isometria). Se for um step inclinável, é possível deitar nele com a cabeça na parte mais alta, elevar as pernas e fazer infra-abdominais completos: elevar e abaixar as pernas simultaneamente.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.