Comportamento

Tudo em cima no verão

Shutterstock


O verão bate à nossa porta! A estação mais quente do ano chegou e, sendo assim, o “projeto verão” já deu a largada. Mas para quem quer aproveitar o período para focar em exercícios físicos e, claro, iniciar uma alimentação saudável, ainda dá tempo. No entanto, segundo a nutróloga Heloise Helena Medeiros, alguns cuidados são necessários. Confira.
 
Quando o assunto é o projeto verão, quais são os cuidados que devemos tomar com as dietas milagrosas?
 
As dietas milagrosas nunca são uma boa opção, até porque elas não existem. Esse termo é usado para chamar atenção. Existem várias promessas, inclusive para o verão, que é quando as pessoas estão mais suscetíveis a esse tipo de anúncio. No entanto, deve-se ter em mente vários pontos ao entrar em contato com essas dietas. Os principais são: toda perda de peso deve ser acompanhada de mudança comportamental; mudança de comportamento envolve reprogramação cerebral, e reprogramar o cérebro não é algo rápido; reduzir calorias de qualquer forma traz perda de peso, porém isso só vai ser mantido se houver uma reeducação alimentar efetiva, que exige comprometimento do profissional e do paciente. Sempre que há perda de peso rápido, sem acompanhamento, são acionados mecanismos cerebrais e hormonais no corpo que propiciam o efeito sanfona, o que é mais maléfico do que o excesso de peso em si.
 
Ainda dá tempo de conquistar o corpo desejado?
 

Quando o assunto é perda de peso, é necessário lembrar que o excesso de peso foi construído ao longo do tempo e causou uma série de alterações no organismo, que não podem ser revertidas rapidamente. Porém, é importante que seja dado o primeiro passo, a busca de ajuda profissional. Feito isso e compreendendo que o problema deve ser tratado com um conjunto de ações, podemos sim ter um bom resultado nesse tempo, desde que o tratamento não se resuma aosmeses do verão e que seja dada continuidade. Mas deve-se ter cuidado com os padrões de perfeição almejados. O corpo ideal nem sempre é factível na vida real. Essa busca incessante pode levar a transtornos alimentares, como anorexia e outras compulsões.
 
Quais são as dicas preciosas que podem ajudar a entrar em forma?
 
Existem várias formas de usar o próprio corpo a nosso favor. O importante é aproveitar o dia a dia para tentar fazer escolhas melhores. A boas dicas passam primeiro pela prática frequente de atividade física, aliada a boas escolhas alimentares, algo que nem todo mundo sabe fazer. Nesse caso, é importante a ajuda profissional. Outra dica essencial é a ingestão adequada de água, que ajuda no metabolismo e sono adequado, uma vez que distúrbios do sono levam à liberação de hormônios que propiciam o acúmulo de gordura. O consumo excessivo de sal e açúcar pode ser tóxico ao organismo e travar a perda de peso, além de oferecer inúmeros outros malefícios à saúde.
 
Projeto verão, então, deve ser projeto quatro estações?
 
Com certeza. Não se deve encarar o projeto como algo para o verão, e sim como um projeto de vida. Não há motivos para não se buscar o bem-estar e saúde na nossa rotina diária. Afinal, basear-se em escolhas melhores diminui risco de doenças, aumenta a longevidade e melhora a qualidade de vida.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.