Comportamento

Vida doce

Cristina Dourado


Desde a infância Elisa Prado demonstra todo o seu amor pelos bolos, e o que era um hobby acabou virando profissão. A confeiteira, que é formada em administração de empresas, conta que o início não foi fácil e tinha o agronegócio como principal ocupação até conseguir se firmar no segmento que mais desejava: o universo dos bolos.

Obstinada, partiu em busca de cursos de especialização, em muitas horas de treino, para produzir trabalhos cada vez mais bem acabados. “O bolo é como uma estrela especial em momentos importantes da vida, seja nascimento, aniversário, casamento, entre tantas outras ocasiões que celebramos”, diz a empreendedora.

Em 2014, a vontade de refinar técnicas falou ainda mais alto e Elisa decidiu se entregar a novos experimentos para diversificar ingredientes e texturas de acabamento dos bolos. Após três meses de dedicação exclusiva, testes e muitos litros de chantili, eis que surge a fórmula ideal, batizada pela criadora como “Chantininho”, alquimia entre chantili e leite em pó.

“Com o creme de chantili industrializado não é possível fazer decorações estruturadas, por isso me dediquei até chegar ao Chantininho, uma cobertura resistente e ideal para lindos acabamentos com bicos de confeiteiro, além de permitir cores e textura perfeitas”, explica a goiana.

A receita se espalhou rapidamente pelo Brasil e exterior. Inicialmente, por meio do primeiro curso de confeitaria do WhatsApp, e depois através dos cursos práticos, com aulas didáticas e envolventes para atender a todos os níveis de conhecimento. “Os alunos fazem massas, recheios e montagens com as melhores técnicas de ensino e eu garanto que todos podem aprender”, diz a professora, que também se aperfeiçoou em bolos florais com bicos de confeiteiro em buttercream (creme de manteiga). 

De acordo com ela, os bolos florais com buttercream foram repaginados pelos asiáticos e transformados em verdadeiros jardins comestíveis. “As flores realistas com pétalas ultrafinas e delicadas revolucionaram o mundo dos bolos e eu não pensei duas vezes para realizar o primeiro encontro internacional em Flower Cake do Brasil.”

Atenta às novidades do segmento, a confeiteira já está organizando o próximo curso, que vai contar com a presença e parceria do vietnamita Mito Sweets. “Ele já esteve aqui no início do ano e vai retornar em outubro com uma nova pasta, ainda mais natural, translúcida e de preparação prática”, adianta Elisa Prado.

 

Cristina Dourado
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.