Lazer

Cinco curiosidades sobre o café

Shutterstock


É sempre importante conhecer os alimentos. Afinal, quanto mais sabemos sobre os ingredientes que usamos no nosso dia a dia, mais controle temos sobre nossas escolhas de alimentação. Assim, podemos buscar uma nutrição mais adequada e, por que não, saborosa.

É claro que isso incluí o café, bebida que faz parte do dia a dia dos brasileiros.  Segundo o especialista Ciro Pereira, sócio da Pressca, "o grão do café é o mais amado do mundo". O profissional destaca cinco curiosidades interessantes sobre o cultivo e o consumo da planta. Confira:

- Existem duas principais espécies de café cultivadas no mundo: a Conilon (robusta) e a Arábica. A Robusta tem 20% a mais (praticamente o dobro) de cafeína. Já a Arábica é a mais consumida no mundo por permitir o preparo de uma bebida mais doce e rica em sabores. 

- O café como bebemos é a semente descascada, torrada e moída. Entretanto, o chá da casca de café, que originalmente tem o nome de keishr, é há séculos consumido pelos habitantes do Iêmen. Feito com os frutos secos do café, ele tem ganhado cada vez mais popularidade.

- O café Arábica é o mais valorizado no mercado. Sacas de 60 quilos do grão são vendidas em leilões e podem chegar a R$ 55 mil. Esse foi o valor pelo qual foi vendida uma saca de um café produzido no Cerrado Mineiro em um leilão no ano passado. Foi um dos preços mais altos já pagos em uma saca de café no mundo.

- Um dos cafés mais caros e pitorescos do mundo é o Kopi Luwak, da Indonésia. Trata-se de um café feito de grãos retirados das fezes de um mamífero que se alimenta dos frutos de café. No Brasil, temos uma versão tupiniquim, feita com café extraído das fezes do jacu, uma ave muito comum nas zonas rurais do país.

- O Brasil é o maior produtor de café do mundo e já é o segundo maior consumidor da bebida, ficando atrás somente dos Estados Unidos. Produzimos entre 42 a 50 milhões de sacas de 60 quilos de café por ano.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.