Lazer

Persianas: em busca de discrição

Michelle Barzotto
Projeto Márcia Albiéri e Fátima Mesquita


Nos filmes, o simples fechar da persiana simboliza a necessidade de mais privacidade em determinados momentos. Fora das telas, elas foram adotadas para compor ambientes de forma prática e discreta, porém sem perder o estilo. 

Alternativa às cortinas, a persiana remete a um clima jovial e permite que se calcule a passagem de luminosidade e ventilação. É muito apreciada por quem tem perfil despojado e descontraído. A versatilidade e a praticidade são pontos que contam a favor na hora da escolha. Além da versão de operação manual, atualmente também pode-se contar com o fechamento via controle remoto e é possível escolher entre os modelos estruturado, vertical, horizontal, romano, entre outros que são lançados constantemente no mercado.

Os materiais vão dos mais maleáveis até os resistentes, como PVC e alumínio – que combatem com mais intensidade a passagem da luz e mantêm as divisões mais marcadas devido à pouca maleabilidade do material. Graças à gama diversificada de materiais oferecidos, também é possível contar com uma infinidade de cores e detalhes, como puxadores diferenciados, para fazer a composição.  

Dicas e cuidados

1 - Para fazer corretamente a limpeza da persiana, siga sempre a direção das lâminas. Existem empresas especializadas na manutenção, caso tenha receio de estragá-la;

2 - Procure abrir bem a peça antes de recolher as lâminas. A ação ajuda na manutenção da vida útil do adereço;

3 - Uma boa persiana age como barreira de luminosidade e som, portanto, é ótima para ser adaptada a ambientes de bastante circulação;

4 - Tecidos emborrachados impedem a passagem de luz e são tão eficientes quanto os de PVC e alumínio.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.