Lazer

Próxima parada: Rússia

Shutterstock

Já pensou em ir para a Rússia? O destino tem sido descoberto pelos brasileiros que se aventuram pelo lugar. O assunto foi discutido no Momento Ludovica Viagem, na Rádio CBN, nesta sexta-feira (29). O ouvinte, Marcelo Schütz Selhorst, já foi à Rússia algumas vezes. Segundo ele, é um passeio incrível e recomenda que o turista visite Moscou e São Petersburgo.

Opinião muito parecida com a da empresária do setor de turismo, Veryne Miranda. Ela que chegou da Rússia há pouco mais de uma semana, recomenda que o turista vá durante os meses de verão ou primavera, isso porque as temperaturas são mais agradáveis, de 15º a 20ºC. Já no inverno, a especialista não orienta a ida, a menos que o intuito do passeio seja esse. “No inverno, os termômetros podem registrar -10ºC, tranquilamente”, diz.

Veryne afirma ainda que o goiano que vai para a Rússia, não vai estranhar tanto a culinária. “Eles servem estrogonofe, carne, sopa, sem falar na tradicional vodca”, descreve. Sobre os pontos turísticos, a empresária destaca a beleza da arquitetura. “Os palácios dos czares são belíssimos. Não pode faltar uma visita à Praça Vermelha, Catedral de São Basílico e Catedral de Santo Isaac”, afirma. A empresária acredita que outra atração imperdível é prestigiar o maior corpo de balé do mundo, Bolshoi.

De acordo com Veryne, é bom destacar que a viagem, em si, é cansativa e que é necessário reservar dois dias para ir e dois para voltar. “Para nós que saímos de Goiânia é complicado, porque tem que ir para São Paulo ou Rio de Janeiro, fazer uma parada na Europa ou Emirados Árabes e então seguir para Rússia”, afirma.

Outra dica é sobre o idioma, porque segundo Veryne, nem todos os lugares falam inglês e o alfabeto cirílico é totalmente diferente. “Você vê uma palavra na rua e ela pode ser tudo: metrô, abacaxi, água”. Por isso, não é recomendado a ida sem planejamento e roteiro. Veryne não recomenda o passeio como destino turístico para levar as crianças. Sobre as economias, é bom que a pessoa se programe financeiramente para ir.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.