Moda

O olhar da moda para o inverno 2018

Agência Fotosite


Enquanto as lojas recebem coleções de verão e alto verão, a indústria lança a moda para o outono-inverno 2018. E quem sai na frente é o Minas Trend, uma das maiores semanas de moda do País e salões de negócios do setor na América Latina. Realizado no Expominas, em Belo Horizonte, o Minas Trend se encerrou nessa sexta-feira (6). Em sua 21ª edição e encerrando as comemorações pelos 10 anos de existência, o evento realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) reuniu mais de 212 participantes dos segmentos de vestuário, joias, bijuterias, bolsas, calçados e acessórios.
 
Já no desfile de abertura deu para se ter uma boa mostra da proposta dos estilistas, marcada pela força e intensidade do vermelho, em harmonia com tons terrosos e suaves. A cerimônia, realizada na segunda (2), fez uma homenagem a um dos ícones do Estado, Fernando Brant, compositor falecido em 2015. A obra de Fernando inspirou uma apresentação especial que uniu moda e música brasileira, com a participação da orquestra de Câmara Sesiminas.
 
Tendências
 
Abrindo o primeiro dia oficial de desfiles, na quarta (3), o Sindicato das Indústrias de Joalherias, Ourivesarias, Lapidações e Obras de Pedras Preciosas, Relojoarias, Folheados de Metais Preciosos e Bijuterias do Estado de Minas (Sindijoias) desfilou pela primeira vez looks da Madrepérola. O belo trabalho dos joalheiros foi mostrado em peças suntuosas que “vestiam” as modelos, cobertas apenas por túnicas de cetim, desfilando ao som do coral Sesiminas.
 
Nessa 21ª edição, estrearam na passarela do evento a Molett, Led, Ronaldo Silvestre e Chocker. As três primeiras, aliás, são fruto do Ready to Go, o concurso de novos talentos que acontece semestralmente junto com a feira. Entre as tendências apresentadas, estão peças com modelagem ampla e uma mistura de brilhos, texturas e moletons.
 
A estamparia também estará presente no próximo inverno. Os tecidos lisos e sóbrios, característicos da temporada mais fria do ano, ganham vida com estampas cheias de personalidade. Em uma abundância de desenhos e grafismos, os prints trazem atualidade e despojamento.  A estamparia quebra a rigidez do inverno com graciosidade, personalidade e cores.
 
A riqueza dos bordados mineiros também apareceu em looks despojados e conceituais. As grifes apostaram em releituras modernas e variadas, onde aplicações 3D, recortes a laser, fios texturizados e mescla de materiais chamam a atenção. Os tecidos de moda festa e casual ganharam liberdade para se comunicar por meio de elementos até então característicos do verão, como estampas florais, aquareladas e simulação de rendas.
 
Ainda na moda festa, os clássicos trabalhos handmade aparecem reinventados e ganham a companhia de novos elementos. Fios metalizados, couro, recortes de tecidos e plumas são conciliados com paetês, em versões mini, vidrilhos e miçangas. As peças casuais também ganham um toque de glamour com os bordados. Tecidos mais estruturados, como sarja e jeans, recebem aplicações de rendas, linhas, pedraria e chatons.
 
Desfiles
 
Lucas Magalhães: um dos desfiles mais aguardados do Minas Trend, o estilista Lucas Magalhães abordou as relações humanas e sua interação nos dias atuais em sua coleção para o inverno 2018. Formas geométricas estão presentes em várias as peças. Losangos, quadrados e listras. Artes urbanas e grafites em muros de grandes centros inspiraram o designer. No que diz respeito à cartela de cores, o preto e o branco aparecem ao lado do colorido amarelo e azul, em delicados tricôs.
 
Molett: da estilista Bárbara Monteiro, a Molett trouxe uma moda jovem com bastante moletom, focando principalmente no cinza mescla. A ideia é ser atemporal, inclusive por um consumo mais consciente de peças. A coleção traz um tom futurista, reforçado pelos óculos com aro branco, a dublagem com plástico, dando efeito brilhoso e ilhoses estrategicamente posicionados. A inserção do vermelho, preto e branco na cartela e os slides e sapatos em rosa millennial fez sucesso. Mas o acessório mais legal é a bolsinha: pequena, só cabe o smartphone.
 
Natália Pessoa: Natália apresentou um flerte com a noite e a moda festa. Ao mesmo tempo, a estilista brincou com as temporadas e trouxe estampas tropicais para a coleção. Brilhos, listras, quadriculados e babados são algumas da aposta da marca. O rosa e o vermelho, combo que ganhou o street style já há algumas temporadas, foi frequente na passarela. Outras cores na cartela foram o cinza, o preto, o verde e o prata metalizado.
 
Plural: liderada por Gláucia Fróes, a Plural apostou em conforto. Tweed e moletom encerados, jacquards, viscose, veludo molhado e canelado, couro e moletom foram algumas das peças vistas na passarela. Os tons de cinza e verde-mate dominaram as produções. Franjas em cascata e babados também marcaram presença. Quimonos, casacos com amarrações, saias e saias-calça pregueadas também são destaque da coleção. Os shapes vêm amplos, em peças com corte de alfaiataria, com ou sem pregas. Amarrações, vestido envelope, listras em três tonalidades do cinza, couro com tweed são outras apostas.
 
Unity Seven: a marca trouxe estampas florais em vestidos e saias de tule. Os vestidos de festa em cetim, marcando o corpo, encerraram o desfile. Batiza da de Art Bloom, a coleção da Unity Seven apostou na feminilidade, com vestidos fluidos longos, também com babados. Estampas de flores grandes, em fundos escuros ou mais claros marcaram a coleção. Já os trabalhos com dobras de tecido davam formas a dorsos e mangas, dessa vez sem estampas. Modelos com cores pastel, como branco, azul, rosa e champanhe apareceram em cetim, organza, tule e renda.
 
Bobstore: Para reafirmar seu DNA, a grife apresentou uma nova coleção dos estilistas mineiros André Boffano e Sam Santos, que trazem um olhar contemporâneo e moderno para as peças. A marca trouxe para a temporada um visual feminino e com leve toque vintage. Na cartela de cores, a neutralidade dos tons pastel e do preto foi quebrada pelo uso do amarelo em versões mais fechadas. Nas peças, a silhueta estruturada de conjuntos de saias e jaquetas em couro dividiu espaço com suéteres e vestidos fluidos, em tricôs maleáveis ou tecidos leves.
 
Led: a aposta da Led é em uma moda sem gênero, um streetwear extravagante e colorido. As silhuetas amplas, com muitos volumes, foram complementadas por estampas abstratas e cores vivas. Entre os pontos fortes da coleção, os conjuntos se destacaram em versões variadas, combinando ora jaquetas e bermudas, ora blusas e calças. O jeans também teve espaço, aparecendo em bases lisas e escuras, compondo peças de visual esportivo.
 
Ronaldo Silvestre: sob a ótica do design, o estilista traçou uma coleção atemporal, seguindo o movimento slow fashion e aliando sustentabilidade ao feito à mão do artesanal mineiro. Os jeans se funde com sedas artesanais, produzidos no tear mineiro através de recortes, contornos e aplicações. Na cartela de cores, o preto, passando pelo azul intenso, laranja, vermelho, verde, amarelo até as nuances dos crus.
 
Chocker: a feminilidade retrô e a esportividade foram cruzadas na coleção da Chocker. Aqui, as cores neutras e delicadas surgiram contrapostas ao preto, assim como golas com babados e tecidos leves dividiram espaço com camisetas listradas, que remetiam aos uniformes de baseball, e jaquetas bomber, com estampadas nos acabamentos.
 
Anne Est Folle: Renata Manso, diretora criativa e de estilo da grife, desfilou uma coleção com tecidos encorpados e fluidos, estampas autorais em uma ampla variedade de materiais nobres. A grife garante autenticidade e exclusividade nos desenhos e modelagens de composições. Na paleta de cores, preto, branco, azul marinho, verde escuro, tons de vermelho alaranjado vivo, cobre, dourado e turquesa acinzentado.
 
Manzan: a estilista Letícia Manzan desfilou elementos muito femininos, como os espartilhos, os bordados e as transparências das rendas, surgiram ao lado de peças mais despojadas, como os moletons amplos e volumosos, compondo vestidos nos mais variados comprimentos. Nos pés, os calçados robustos complementavam esse contraste visto nas roupas.

* A repórter viajou a convite da organização do evento. 

Agência Fotosite
Agência Fotosite
Agência Fotosite
Agência Fotosite
Agência Fotosite
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.