Noivas

Casamento: dia de rainha

Shutterstock


Atemporalidade é o segredo da escolha das joias para o grande dia. “A noiva deve escolher uma joia para que daqui a 50 anos, ao olhar o álbum, ainda possa se sentir feliz com a escolha”, acredita a empresária Surama Bittencourt, que tem uma marca própria de joias. Pensar menos nos modismos e mais no estilo próprio é a dica. 

A grinalda é o nome mais conhecido quando falamos de acessórios para noivas. As tiaras, casquetes e voilettes são alguns acessórios também valorizados, além das coroas, que dão um ar imponente e são geralmente procurada por mulheres com estilo mais clássico.

Para as mais românticas, as tiaras são as preferidas. Há também aquelas que têm um estilo boho – hippie chique – ou que irão casar no campo, e preferem acessórios feitos em tecido como os voilettes, headbands e flores. Qualquer que seja o escolhido, a noiva deve escolher a peça do cabelo com uma antecedência mínima de três meses. “O estilo da noiva, do vestido e as características do rosto são levados em consideração no momento da decisão”, explica Surama. 

Entenda os tipos 

* Coroa – acessório de metal, geralmente com pedras e que pode ter tamanhos e espessuras variados. Remete a nobreza.

* Tiara – tipo mais delicado. Pode ser cravejada com pedras e pérolas. 

*Headbands – adereços delicados e com maior movimento. Podem ser usados em várias posições.

* Voilette – acessório com referência francesa. Possui um véu preso na frente.

* Casquetes – pequeno chapéu lateral.

* Fascinator – adorno feito com plumas e penas e que fica acima da cabeça.

*Porta-coques – modelo de enfeite para os coques. Ao optar por esse tipo, as noivas devem estar cientes que em fotos frontais o acessório pode não aparecer. 

Precisa combinar?

O acessório do cabelo não precisa necessariamente ser igual ao brinco, mas deve haver comunicação entre as peças. Pulseiras e colares não são as melhores opções no dia do casamento. 

- Opte por modelos que têm a ver com o seu estilo e com a proposta do casamento.

- Vestidos mais lisos pedem joias mais elaboradas, mas algumas noivas, mesmo com vestidos mais rendados e bordados, se sentem bem com peças poderosas. 

Joias de família

As joias de família têm importância na construção de uma história e, por isso, devem ser valorizadas. Há noivas que fazem questão de escolher a mesma peça que a mãe ou a avó usou. Para isso, pode ser necessário revitalizá-la ou mesmo criar um novo modelo inspirado no original. 

Da cabeça aos pés

Sapatos podem, sim, ser bonitos e confortáveis. Afinal, esta precisa ser um preocupação para quem vai se manter em pé por horas a fio. Na busca do tipo ideal, muitas noivas preferem encomendar o próprio modelo. O sapato pode até ser coberto com o mesmo tecido do vestido ou com algum outro semelhante. Quatro meses é o prazo suficiente para fazer a encomenda. É interessante que o sapato já esteja pronto na primeira prova do vestido, assim questões como altura, conforto e mobilidade já podem ser avaliadas.

Cuidado com as alianças

- Evite contato com produtos químicos;

- Retire o anel ao fazer serviços domésticos (arranhões e mudanças de cor/ brilho podem ser evitados);

- Não deixe a peça em contato com loções e cremes (as pedras perdem o brilho e ganham aparência opaca);

- Evite a prática de esportes com as alianças (podem arranhar, e no caso das pedras, dependendo da atividade, se desprender);

- Em caso de arranhões mais profundos, a joia deve ser polida. Faça uma limpeza básica a cada seis meses e deixe as mais profundas apenas para datas especiais, pois o excesso promove o desgaste.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.