Noivas

Daminhas e pajens: destaque para os pequenos

Shutterstock


A hora em que as crianças entram na cerimônia arranca suspiros de muitos e pensamentos do tipo: “Que fofos!” Porém, para a participação dos pequenos dar certo, é importante ter atenção a alguns detalhes. De acordo com a cerimonial Virgínia Salles, a a idade tem que ser considerada. A criança precisa conseguir andar sem dificuldades, algo que geralmente acontece dos três anos em diante. “Damas e pajens muito pequenos podem se assustar e não entrar. Tudo ainda é muito novo para eles”, opina.

Sobre a dama que levará as alianças, Virginia recomenda que ela tenha de seis anos em diante para que tudo dê certo nesse momento único. Outra dica importante é que os pequenos devem ter uma relação de proximidade com o casal. “A criança também precisa saber o porquê da posição que lhe foi dada. Isso ajuda no comprometimento.”

Para não errar na roupa

- A roupa da dama deve seguir o estilo do casamento, portanto, nada de vestido ou maquiagem em excesso. Criança deve ter cara e se vestir como criança.

- Se o vestido da noiva é off white, o da dama não pode ser branco. Caso contrário, nas fotos o vestido da noiva irá parecer encardido.

- Nos casamentos ao entardecer, estão liberados comprimentos variados e estilos fluídos, estampados.

- Para os pajens, a aposta atual é camisa, calça e suspensório. Se o casamento é à noite, deve-se optar pelo preto. Já durante o dia, tonalidades como marrom e bege são bem- vindas.

Custo da roupa

De acordo com a cerimonial, a mãe da dama ou pajem é quem geralmente arca com o valor da locação. “A noiva costuma ir à loja e escolher a roupa, depois ela indica para a mãe qual foi a preferida”.

Para não errar

Muitas crianças e um cortejo muito grande não são elegantes na cerimônia. Virginia sugere entre 2 e 3 damas/pajens em um casamento com até 300 convidados. Já para eventos maiores, pode-se ter de 4 a 5.  

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.